Preguiça – Sobre Preguiça, Procrastinação e Autossabotagem #2

Ah a preguiça! Um dos sete pecados capitais e o mais difícil de se definir a preguiça me deu bom dia hoje pela manhã ao acordar. Não que eu não quisesse levantar da cama, pelo contrário, eu até queria, só não queria me dedicar a rotina matutina que estou me esforçando para estabelecer, que é basicamente ir para academia ficar ainda mais bonito e gostoso e escrever um texto.

Não foi fácil, mas pesar da preguiça eu completei meu segundo dia de academia e este texto. Amém. De mãos dadas a preguiça, outro personagem que eu conheço muito bem me acompanhou, meu autossabotador, só que hoje com um pouco menos de força. Já li em algum livro que somos criaturas de hábitos e que basta algumas repetições para que um se instale. Pois é isso que farei, academia e escrita logo pela manhã.

Qual a origem da preguiça?

Sabe aquela vontade de ficar ali, sentado na beira da cama, quietinho sem se mexer ou pensar só evitando a fadiga? Pois é, mas afinal de contas o que é que causa a preguiça? Na natureza, além de ser nome de animal, ela é uma forma de se poupar energia. Já para os seres humanos ela pode estar associada a predisposição genética, má alimentação, não perceber o valor daquilo que não se quer fazer, tédio ou tristeza entre outros motivos. Caso tenha interesse em se aprofundar no assunto preguiça recomendo a leitura artigo Porque sentimos preguiça? – Cenas em mim, pois eu estou com preguiça de explicar.

Voltando ao assunto academia, hoje o treino foi de pernas. Alguns anos atrás eu tinha pernas grossas de dar inveja a muito rato de academia, mas por descuido e preguiça, sempre ela, acabaram definhando e hoje, apesar de não serem dois cambitos, não lembram nem de longe o que já foram um dia. A afirmação também vale para os braços e o tórax. As vezes tenho vergonha de usar bermuda, principalmente quando é em ambientes que não sejam minha casa ou casa de amigos, shopping trabalho, passeio nem pensar, mas em breve mais esse problema será superado.

Depois de uma hora de exercícios a gostosa sensação de não ter deixado meu autossabotador tomar conta e ter mantido meu propósito de fazer exercícios e escrever logo pela manhã. Agora é tomar o café da manhã em alguma padaria ou lanchonete no caminho, tomar banho me trocar e seguir para o trabalho.

Parabéns pra mim.

Regis Araujo

Amante de todo tipo de tecnologia, programador autodidata, Regis Araújo possui uma mente inquieta, território onde brotam ideias quase sem parar. Tem uma avidez por histórias de vida e pela escrita; e tanto melhor se as duas vierem juntas.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookLinkedInGoogle PlusYouTube

Compartilhe este link:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *